Smelly Magalhães

Epah … a sátira, o humor, coisas boas e fedorentas, oram vejam:  

Brincadeira com Magalhães abre processo contra os Gato Fedorento

«Louvado sejas, ó Magalhães» motivou uma série de queixas na Entidade Reguladora. Alguns católicos não acharam graça à brincadeira da reprodução da homilia onde se bajulava o computador para crianças.

As queixas na ERC, Entidade Reguladora para a Comunicação, contra a sátira dos «Gato Fedorento» ao computador Magalhães chegaram ontem às 50.

«Nunca um programa, no caso, um sketche, recebeu um tão elevado número de cartas a contestá-lo», disse fonte da Entidade Reguladora ao Jornal de Notícias.

As queixas em relação à sátira feita ao computador Magalhães são todas no mesmo sentido: ofensa à Igreja Católica, mais concretamente, ao seus símbolos sagrados.

O sketche ‘Louvado sejas, ó Magalhães’ imita os rituais da missa, incluindo a entrega da hóstia pelo personagem de Ricardo Araújo Pereira, que na sátira  substituí a expressão «Corpo de Deus» por «disco de Instalação».

É neste cenário que se ouve, ainda, um discurso que elogia o computador. Numa das falas, é dito: «Bendito seja Sócrates que nos reuniu em nome do Magalhães».

Fonte: http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=114330

E eis o vídeo 🙂

Anúncios